8 dicas para você que gosta de pegar estrada nos finais de semana

Você gosta de pegar seu carro e cair na estrada nos finais de semana? Então não deixe de levar em consideração os cuidados com o seu automóvel. Para não transformar esses momentos de lazer em puro estresse, acompanhe algumas dicas para pegar a estrada e viajar despreocupado:

1. Calibre os pneus no momento adequado
A dica é sempre calibrar os pneus antes de colocar o pé na estrada. Muitas vezes atentamos a esse detalhe quando o carro está cheio de passageiros e com muito peso da bagagem. Isso é incorreto pois, devido à alta carga e estarem em pleno uso, os pneus acabam se aquecendo pelo atrito com o chão, levando ao aumento da pressão interna. Nessa situação, os pneus acabam também recebendo menos ar do que necessário, o que compromete a estabilidade e segurança do veículo, e facilita derrapagens. Calibrar os pneus além de evitar problemas na viagem pode também ajudar a economizar combustível, fique atento!

foto2

2. Realize o alinhamento e o balanceamento
O alinhamento e o balanceamento prolongam a vida útil dos pneus, diminuindo o desgaste desnecessário — não só dos pneus, mas da suspensão e até mesmo o gasto mais elevado de combustível.
O alinhamento serve para ajustar a angulação tanto de suspensão quanto de rodas, permitindo que girem em equilíbrio. É importante realizar este tipo de serviço em oficinas com material próprio de teste e diagnose, para que o resultado seja o mais preciso possível.
Para saber detalhes do procedimento deste serviço, o manual do veículo deverá ser consultado.

foto1

3. Faça a manutenção do ar
Para manter a qualidade do ar que circula no interior do veículo e evitar possível problemas respiratórios com você e com sua família é imprescindível que o filtro do ar do carro seja checado, limpo e eventualmente trocado,
Para mais detalhes consulte o manual do seu veículo ou procure um profissional. Cuidar do ar é cuidar da saúde!

foto3

4. Não se esqueça da manutenção dos freios
Verifique pastilhas, tambores e fluido dos freios, para que tudo esteja correto antes de começar o trajeto. A questão da frenagem em estradas é algo essencial para a segurança de do motorista, passageiros e demais veículos circulantes.

5. A janela fechada pode ajudar na economia
Segundo estudos de mecânica automotiva, viajar com as janelas abertas amplia o arraste aerodinâmico do carro, causando mais atrito com o ar e aumentando o gasto de combustível. Sendo assim, quando for desenvolver mais velocidade, tente manter as janelas fechadas. Nesse caso, será muito importante deixar o ar condicionado ligado, para maior conforto dos ocupantes (fique atento à dica 4). A sua economia agradece!

foto4

6. Pense nas paradas durante o trajeto
Nesse quesito, é importante que responda às questões: é uma viagem de caráter turístico? É uma viagem com cronograma mais apertado? O local é conhecido, ou não?

Dependendo da resposta, sua viagem terá mais ou menos paradas. De qualquer forma a dica que podemos dar é: pesquise sobre o itinerário e veja locais com boa estrutura para a parada. Veja quais postos ALE farão parte do seu trajeto (clique aqui), na ALE você não precisa se preocupar com esses detalhes. Se a viagem tiver de ser mais rápida, pense em levar lanches para evitar que a fome bata e você precise fazer algum intervalo não programado.

entreposto

7. Planeje a sua viagem
Seja para perto ou para longe, uma coisa é comum em viagens de carro: você precisará tirar um tempo para planejar os detalhes – sobretudo tiver um perfil mais conservador e não quiser nenhuma surpresa no caminho.

À princípio veja os melhores pontos de parada, abastecimento e pernoite eventual (confira aqui os postos ALE que estarão no seu caminho, tenho certeza que podemos te ajudar e facilitar a sua viagem).

Um ponto importante é saber quantas pessoas habilitadas à direção haverá no carro. Com essa informação você consegue planejar um rodízio de motoristas e tornar sua viagem mais tranquila e segura, sem sobrecarregar ninguém.

Tente levantar algumas variáveis que podem influenciar na viagem: o número de motoristas que circulam pela estrada em cada época (isso pode influenciar diretamente no tempo total do trajeto e no roteiro, além de auxiliar na busca de eventuais rotas alternativas); pesquise as condições climáticas, afinal em tempos de chuva, andar em altas velocidade pode ser arriscado. Nesse caso, vá mais devagar, a prudência será a melhor companheira de sua viagem.

plano

8. Não confie totalmente no GPS
O GPS é um mecanismo útil, não há dúvida, porém existem locais que não foram devidamente rastreados pelo dispositivo e, desse modo, a informação pode estar desatualizada, e em vez de ajudar vai estragar seu fim de semana.
Se a região para onde você vai for totalmente desconhecida, confie em outros elementos, como mapas, checagem via web, ou então pergunte às pessoas pelo caminho. Desse modo, sua viagem será muito mais feliz, confortável e segura!

foto5

 

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: