Atenção redobrada nas rodovias

Maio-Amarelo logomarca

O Movimento Maio Amarelo prega a prudência e a gentileza ao volante, e chama a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito. E se tem um lugar onde a atenção deve ser redobrada é na rodovia, via de tráfego intenso e veloz, onde muitas vezes um erro simples resulta em acidentes fatais.

E assim como as rodovias são caminhos para uma viagem tranquila em família, elas também são utilizadas pelos veículos que transportam cargas. A relação entre o motorista que está trabalhando e quem está viajando a passeio é baseada na gentileza, no cumprimento das regras de trânsito e, claro, no atendimento às normas específicas da categoria de motoristas profissionais.

Para o transporte de combustíveis, por exemplo, o motorista precisa participar do curso de Movimentação Operacional de Produtos Perigosos (MOPP) e realizar constantemente cursos de reciclagem. A lei 12.619, sancionada em 2012, estabelece também que a jornada de trabalho do condutor é limitada a 35 horas semanais, sendo que a cada 4 horas dirigidas, deve ser realizada uma parada de descanso de 30 minutos. Essa medida busca evitar a exaustão, que pode diminuir os reflexos e atenção do condutor, resultando em acidentes.

A Agência Nacional do Petróleo também estabelece uma série de resoluções que norteiam a rotina de transporte e descarga de combustíveis. A velocidade é controlada por tacógrafos e o limite na ALE é de 78 km/h com o tempo bom e 60 km/h com chuva. Na ALE, a Central de Logística Integrada, célula que controla todo o traslado de cargas, conta ainda com rastreadores para controle por GPS e está sempre pronta para garantir o cumprimento das normas e a segurança nas estradas.

O coordenador de Transportes da ALE, Alessandro de Carvalho, conta que a estrutura dos caminhões de transportes também é diferenciada. “Os veículos destinados ao transporte de combustíveis na ALE contam com plano de manutenção periódica preventiva e passam por criterioso check-list, que pretende garantir observância aos preceitos legais, bem como movimentação segura nas vias para os nossos condutores e demais usuários. Isso aliado aos constantes treinamentos da equipe de condutores e a manutenção periódica e regular dos equipamentos conforme determinam os fabricantes, conferem maior segurança e regularidade das nossas entregas, além de resguardar a integridade da carga para o consumidor final”, explica.

shutterstock_316733366

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: