Conheça as principais atrações nas sedes da Copa do Mundo!

As 12 sedes da Copa do Mundo concentram em torno de 737 museus públicos e privados. Se você vai acompanhar os jogos, que tal aproveitar para conhecer as atrações de cada um desses estados? Preparamos para você um guia dos museus para você conferir de perto em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Manaus (AM), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Natal (RN) e Cuiabá (MT):

Atrações na capital de Minas Gerais, Belo Horizonte

Palacio-das-Artes-600x359

Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes

Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes: O projeto original é de Oscar Niemeyer e foi adaptado pelo arquiteto Hélio Ferreira Pinto. O Palácio das Artes é um complexo cultural que proporciona uma multiplicidade de experiências para o público visitante. Está localizado na região central de Belo Horizonte, rodeado pelo Parque Municipal, outro espaço que reúne o Grande Teatro, o Teatro João Ceschiatti, a Sala Juvenal Dias, o Cine Humberto Mauro e as galerias de arte, tudo no mesmo espaço.
Avenida Afonso Pena, 1.537. www.fcs.mg.gov.br
Museu Histórico Abílio Barreto – O museu promove o recolhimento, a preservação, a pesquisa e a divulgação do acervo histórico relativo à Belo Horizonte, e tornar público o acesso aos bens culturais preservados.
Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim. www.bhfazcultura.pbh.gov.br
Instituto Museu Giramundo – O museu possui o maior acervo de teatro de bonecos das Américas. Um dos destaques do acervo é a grande coleção de desenhos e projetos técnicos de Álvaro Apocalypse, um dos maiores criadores do teatro de bonecos mundial. A coleção de fotografias históricas do Giramundo é relevante e de grande beleza, documentando a trajetória ao longo de 40 anos de história e os bonecos do grupo.
Rua Varginha, 235, Floresta – www.giramundo.org
Museu de Arte da Pampulha – Esse é o primeiro projeto de Oscar Niemeyer para o Conjunto Arquitetônico da Pampulha. Seu interior, mostra de forma criativa os elementos do barroco mineiro. Hoje, o Museu possui espaços para exposições temporárias, uma sala multiuso, um auditório, a Biblioteca e o Centro de Documentação e Referência para consulta e um café com uma pequena loja. Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.585, Jardim Atlântico www.bhfazcultura.pbh.gov.br
Museu do Ouro – O museu foi criado no antigo prédio da Casa de Intendência e Fundição do Ouro de Sabará. Ele preserva, divulga e expõe a história do período que compreende a descoberta e o desenvolvimento da atividade de mineração do ouro na Capitania de Minas Gerais, na época do Brasil Colônia, bem como o surgimento da cidade de Sabará e o desenvolvimento dos aspectos socioeconômicos e das manifestações artístico-culturais da população.
Rua da Intendência, s/n, Centro, Sabará – museudoouro.wordpress.com
Museu da Inconfidência – A instituição tem é pioneira na realização de ações nas áreas de educação patrimonial e inclusão social, promoção cultural e difusão pela arte. Sua missão é documentar, pesquisar e difundir a memória da Inconfidência Mineira.
Praça Tiradentes, 139, Centro, Ouro Preto – www.museudainconfidencia.gov.br)
Museu Regional de São João Del-Rei – O Museu é responsável pela documentação, a investigação, a comunicação e a exposição de objetos testemunhos do patrimônio cultural regional de São João Del-Rei.
Rua Marechal Deodoro, 12, São João Del Rei museuregionaldesaojoaodelrei.blogspot.com
Museu de Ciências Naturais da PUC/MG – O museu desenvolve atividades científicas, educativas e culturais. É um espaço interdisciplinar da universidade que complementa sua extensão de serviços à comunidade. No acervo do Museu encontra-se uma das principais coleções de mamíferos fósseis da América do Sul, além de coleções da fauna brasileira atual de mamíferos, aves, répteis e anfíbios, com especial destaque para as espécies do cerrado. A equipe do Museu desenvolve pesquisas nas áreas de paleontologia, zoologia e conservação da natureza.
Avenida Dom José Gaspar, 290, Coração Eucarístico
Centro Cultural Praça da Liberdade – Interatividade, cultura, arte, diversão, história, lazer e muito conhecimento. A diversidade é a marca registrada do Circuito Cultural Praça da Liberdade, que reuni mais de 15 espaços culturais, entre museus históricos, artísticos e temáticos, centros culturais, bibliotecas e espaços para oficinas, cursos e ateliês.
Praça da Liberdade, 317, Funcionários
Museu das Telecomunicações | Oi Futuro – O Museu das Telecomunicações foi criado para contar a aventura da comunicação humana, com olhar voltado para o passado, o presente e o futuro. A interação é surpreendente e divertida.
Av. Afonso Pena, 4.001, Térreo, Mangabeiras – www.oifuturo.org.br/cultura/museu-das-telecomunicacoes/
Museu Inimá de Paula – O museu reúne um acervo dedicado ao pintor mineiro Inimá de Paula. São expostas cerca de 80 obras do artista, além de documentos, fotografias, livros, objetos pessoais e instrumentos de trabalho do pintor.
Rua da Bahia, 1201, Centro – www.museuinimadepaula.org.br
Museu dos Brinquedos – O Museu tem a missão de pesquisar, preservar e difundir o patrimônio lúdico da infância no Brasil. Promove um programa permanente de ação cultural e educação patrimonial, e a difusão do seu acervo de brinquedos e de brincadeiras para outras instituições envolvidas com o desenvolvimento educativo e cultural da criança. A história dos brinquedos e das brincadeiras é contada de maneira interativa, lúdica e divertida.
Av. Afonso Pena, 2564, Funcionários

Instituto Inhotim – É a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Abriga um dos mais relevantes acervos de arte contemporânea do mundo, e uma coleção botânica que reúne espécies raras e de todos os continentes.

Rua B, 20, Brumadinho www.inhotim.org.br

Museu de Artes e Ofícios – O museu é responsável por preservar e difundir o acervo das artes e dos ofícios do período pré-industrial brasileiro.
Praça Rui Barbosa, 600 – Praça da Estação, Centro www.mao.org.br

 

Atrações da capital federal

panteao-da-patria-e-da-liberdade

Panteão da Pátria

Panteão da Pátria – O museu faz uma homenagem aos heróis nacionais que se dedicaram à defesa da nação, à integração nacional e aos ideais de liberdade e democracia. São homenageados os heróis: Tiradentes, Zumbi dos Palmares, D. Pedro I, Marechal Deodoro da Fonseca, Plácido de Castro, Almirante Tamandaré, Almirante Barroso, Duque de Caxias, Santos Dumont e José Bonifácio.
Centro Cultural Três Poderes, Zona Cívico Administrativa, Praça dos Três Poderes – 61 www.cultura.df.gov.br
Espaço Lucio Costa – o museu registra a concepção modernista da Brasília, por meio de maquetes, do relatório do plano urbanístico de Brasília e de exibição de vídeos sobre a construção e consolidação da cidade.
Centro Cultural Três Poderes, Zona Cívico Administrativa, Praça dos Três Poderes – 61 www.cultura.df.gov.br
Museu da Cidade – O museu registra a história da transferência da capital federal e a instalação do governo federal em Brasília. As paredes externas e internas do Museu contam o processo de interiorização do país e a redescoberta de um novo Brasil marcado pela euforia desenvolvimentista. Centro Cultural Três Poderes, Zona Cívico Administrativa, Praça dos Três Poderes – 61 – www.cultura.df.gov.br

Memorial dos Povos Indígenas – o espaço guarda a coleção de peças indígenas do ex-senador e antropólogo Darcy Ribeiro, adquiridas durante suas viagens à Amazônia e em outras expedições pelo país.
Eixo Monumental Oeste, Praça do Buriti, em frente ao Memorial JK – 61 – www.cultura.df.gov.br
Museu Vivo da Memória Candanga – O acervo do Museu é composto pelas edificações históricas, peças, objetos e fotos da época da construção da nova capital, distribuído pela exposição permanente “Poeira, Lona e Concreto”, que narra a história de Brasília desde os primórdios de sua construção até sua inauguração em 1960.
Via EPIA Sul, lote D, Conjunto HJKO, Núcleo Bandeirante – 61 – www.cultura.df.gov.br
Centro Cultural do Banco do Brasil Brasília – O conjunto arquitetônico de dois andares está pousado sobre pilotis e divide-se em módulos. Possui uma área de aproximadamente 20.551m2, com espaços diversos para diferentes atrações culturais, como música, teatro, cinema e exposições.
SCES, Trecho 02, lote 22 – www.bb.com.br/cultura
Museu Nacional do Conjunto Cultural da República Honestino Guimarães – O museu promove e revela a cultura visual contemporânea e abriga manifestações culturais diversas, que contribuam para a pesquisa e a experimentação das diversas linguagens artísticas e culturais.
Setor Cultural Sul, Lote 02 – www.cultura.df.gov.br
Memorial JK – o memorial representa a história, o acervo e os ideais democráticos do Presidente Juscelino Kubitschek. Ele é constituído pelo Mausoléu com restos mortais de JK; pelo Museu com peças e documentos que mostram as principais passagens da vida e da obra de JK; e pela Casa de cultura, com programação cultural diversa.
Eixo Monumental, Lado Oeste, Praça do Cruzeiro – www.memorialjk.com.br
Museu do Catetinho – O Museu tem preserva e divulgar o Palácio Presidencial, a primeira residência provisória de Juscelino Kubitschek e a primeira construção executada na nova capital, Brasília.
BR 040, Km 0, Saída Sul, Park Way – www.cultura.df.gov.br
Museu de Valores do Banco Central do Brasil – O acervo reúne e conserva cédulas, moedas, documentos, peças e curiosidades nacionais e internacionais, que revelam valor monetário em seu contexto histórico. O Museu de Valores ainda desenvolve programas de integração com escolas, mantém serviços de atendimento a pesquisas na área de numismática e também promove exposições itinerantes.
SBS – Quadra 3, Bloco B, 1º Subsolo – Edifício Sede do Banco Central do Brasil, Asa Sul – www.bcb.gov.br
Museu Nacional dos Correios – O acervo possui cerca de 1 milhão de peças abrangendo os temas História Postal, Historia Telegráfica e Filatelia. O Museu Nacional dos Correios conta com cinco andares dedicados a exposições, e um auditório preparado para apresentações musicais e teatrais, além de exibições cinematográficas, com capacidade para 100 lugares.
SCS, Quadra 04, Edifício Apolo, 256, Asa Sul – www.correios.com.br

 

Atrações em Cuiabá

slide-1-728

Museu de Pré-História | Casa Dom Aquino

Museu de Pré-História | Casa Dom Aquino – O museu tem como missão transmitir conhecimentos arqueológicos, paleontológicos e biológicos da região Centro-Oeste do Brasil. Além disso, o museu tem em sua programação eventos como o Dia Mundial do Meio Ambiente, quando promove cursos como o de manejos de orquídeas; oficinas de bordados da Chapada dos Guimarães; e apresentações de Tocadoras de Mocho, instrumento musical típico do estado.
Av. Beira Rio s/n, São Mateus
Museu Rondon – O museu tem o compromisso de divulgar a cultura material dos povos indígenas e a produção de pesquisas etnológicas. O acervo de indumentárias é composto de armas e artefatos de rituais sagrados que ultrapassam mais de mil peças.
Avenida Fernando Corrêa da Costa – UFMT, Coxipó
Memorial das Águas – O Memorial conta a história do abastecimento de água de Cuiabá. O acervo é composto por ferramentas, canalizações, hidrômetros, instrumentos, fotografias e documentos, além de pinturas, esculturas e tapeçarias. Além disso, o museu tem a missão de educar de forma participativa para o uso responsável da água.
Avenidas Presidente Marques, s/n, Quilombo, Centro – www.sanecap.com.br
Museu da Imagem e do Som de Cuiabá – No acervo, destacam-se as cerca de 8 mil fotografias de Eurípedes Adreato e as mais de 25 mil imagens do fotógrafo e repórter cinematográfico Lázaro Papazian. Ambos registram a história política, cultural e social tanto de Mato Grosso quanto de Cuiabá. Nessas fotos e imagens, estão registradas visitas de Presidentes, os monumentos da Cuiabá antiga – como a catedral já demolida -, as ruas tortas do Centro Histórico, o rio que corta a cidade, e o cotidiano. Além disso, compõem o acervo vinis, fitas de vídeo e de áudio que recontam a trajetória da cidade também contemporaneamente.
Rua Voluntários da Pátria, 75, Centro Norte
Museu do Morro da Caixa D’Água Velha – O museu resgata parte da história da cidade, servindo de opção educativa, cultural e turística. Além disso, exibe exposições temporárias de pintura, escultura, fotografia, cinema e artesanato.
Rua Comandante Costa, s/n, esquina com a Rua Nossa Senhora de Santana, n.1-105, Centro Sul – www.cuiaba.mt.gov.br
Museu de Arte Sacra – O museu registra, preserva e difundi a história religiosa do Estado pelos bens culturais provenientes de suas antigas igrejas. O acervo é composto de esculturas, estátuas, pratarias, indumentárias religiosas, paramentos de cerimônias e uma coleção de bíblias que datam desde a Idade Média.
Rua Clóvis Hugney, Praça do Seminário, 239, Dom Aquino – www.museudeartesacramt.com.br
Museu Histórico de Mato Grosso – O museu preserva o patrimônio histórico e cultural do Estado e tem como acervo fotografias, vestuários, peças antigas de mobiliário e documentos sobre a Guerra do Paraguai e a viagem do marechal Rondon. Entre as curiosidades do acervo estão a primeira Constituição de Mato Grosso, datada de 1881, e a capa do jornal local “A Gazeta” exibindo a manchete sobre a Proclamação da República.
Praça da República, 131, Centro – www.cultura.mt.gov.br

 

Atrações no Paraná

MAC-PR

Museu de Arte Contemporânea do Paraná

Museu de Arte Contemporânea do Paraná – O promove a reflexão a respeito da arte contemporânea. Seu acervo de mais de 1,5 mil peças guarda obras de artistas mais representativos das artes no país, abrangendo pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, fotografias, objetos, tapeçarias, colagens, instalações e vídeos de autores como Poty Lazzarotto, Roberto Burle Marx e Mariza Carpes. O evento mais tradicional do museu é o Salão Paranaense, que reúne e premia artistas brasileiros e do Mercosul.
Rua Desembargador Wesphalen, 16, Centro – www.mac.pr.gov.br

Museu do Expedicionário – O espaço guarda a memória da participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial. O acervo é formado por material histórico como fotografias, filmes, mapas, livros e imagens que documentam a participação da Força Expedicionária Brasileira, da Força Aérea Brasileira e da Marinha de Guerra do Brasil e armas e munições usadas pelas tropas brasileiras. Na área externa estão um carro de guerra M3 Stuart, um avião P-47 Thunderbolt, um Torpedo MK-15 MOD 3, um Obus alemão capturado pelos brasileiros.
Rua Ubaldino do Amaral, s/n – Praça do Expedicionário, Alto da XV
Museu Paranaense – O Museu desenvolve estudos nas áreas de Arqueologia, Antropologia e História. Têm no acervo 400 mil itens, entre mobiliário, máquinas, objetos pessoais, mapas, fotos, discos, moedas, além de peças de valores arqueológicos e antropológicos.
Rua Keller’s, 289, São Francisco
Memorial de Curitiba – Nesse espaço ocorrem espetáculos, palestras, oficinas, congressos e lançamento de livros, que aludem à história de Curitiba. Além disso, guarda obras como a Tocadora de Guitarra, de Victor Becheret,
Rua Claudino dos Santos, 79, Lago da Ordem São Francisco, Setor Histórico – fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Museu Ferroviário – O preserva a memória ferroviária através das ambientações – como a bilheteria e a sala de telégrafos – e das mais de 600 peças do acervo. Curiosos livros de contabilidade; relógios; livros que narram a história da ferrovia; telefones; e objetos do interior das locomotivas como bagageiros, fechaduras, luminárias e máquinas de escrever relembram a estação de trem que ligou Paranaguá e Curitiba de 1890 a 1985. Av. Sete de Setembro, 2.775, Rebouças
Museu do Automóvel – O museu expõe ao público o acervo de mais de 150 modelos antigos de automóveis pertencentes aos sócios do CAAMP, constantemente alternados nas 80 vagas do Museu, classificados em quatro categorias: antique, vintage, milestones e classic, além de motos, bicicletas, caleças, antiguidades e uma biblioteca especializada em veículos.
Rua Cândido Hartmann 2300 Santo Inácio, Parque Barigui – www.museuautomovel.com.br
Museu Oscar Niemeyer – O acervo de 3 mil peças conta com obras de Tarsila do Amaral e Cândido Portinari. Considerado um dos museus mais bonitos do mundo, é também um dos pontos de maior visitação em Curitiba. No Pátio das Esculturas estão as obras tridimensionais de Amélia Toledo, Ângelo Venosa, Bruno Giorgi, Emanoel Araújo, Sérvulo Esmeraldo, Tomie Ohtake e do próprio Oscar Niemeyer.
Rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico – www.museuoscarniemeyer.org.br

Atrações em Fortaleza
Museu do Ceará – O acervo é formado por mais de sete mil peças: entre moedas e medalhas, há quadros, móveis, peças arqueológicas, artefatos indígenas, bandeira, armas, peças de “arte popular”, coleção de cordéis. Além disso, promove atividades de capacitação para professores da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio, publicações, cursos e visitas monitoradas, destacando-se como um núcleo de práticas educativas em parceria com a Universidade Federal do Ceará.
Rua São Paulo, 51, Centro – www.secult.ce.gov.br
Museu da Casa de José de Alencar – O museu guarda diversos materiais para a realização de encontros de escritores cearenses, além de salas de aula para cursos de extensão. Além disso, difundi a obra de José de Alencar e promover atividades de pesquisa, ensino e extensão.
Avenida Washington Soares, 6055, Messejana
Museu da Cachaça – O museu é composto por completo acervo de mapas, documentos, fotos, filmes, maquinário, equipamentos agrícolas e tonéis de bálsamo. O local é uma das principais atrações de Fortaleza.
Fazenda Ypioca, s/n, Sapupara, Maranguape – www.ipark.tur.br
Memorial da Cultura Cearense – O espaço é um museu de natureza antropológica que compõe o Centro Dragão de Arte e Cultura, uma instituição de prestígio nacional no âmbito da arte e da cultura.
Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema – www.dragaodomar.org.br
Museu de Arte Contemporânea – O museu divulga a arte contemporânea por meio de exposições, visitas guiadas, cursos e debates. Projetos como Arte em Crivo, Sala Experimental, Painel Giratório, Americanidade e Jornada de Criação fazem do espaço referência no acesso democrático aos bens culturais, além de atrair as mais recentes propostas da arte contemporânea mundial ao Ceará.
Rua Dragão do Mar, nº 81, Praia de Iracema – www.dragaodomar.org.br
Museu do Automóvel – o museu preserva diversos modelos de automóveis restaurados antigos. A coleção, conta com 57 modelos nacionais, americanos e europeus fabricados entre 1910 e 1970. O destaque é o Ford T de 1917, o mais antigo do acervo.
Avenida Des. Manoel Sales Andrade, 70, Guararape – www.museudoautomovelce.com.br

 

Atrações em Fortaleza em Manaus

MUSEU DO SERINGAL - VILA PARAÍSO (3)

Museu do Seringal Vila Paraíso


Museu do Seringal Vila Paraíso – O museu preserva os modos de vida dos seringueiros (imigrantes nordestinos) no período do Ciclo da Borracha, o modelo econômico que moveu a região amazônica entre 1879 -1912 e 1942 -1945. O acervo é composto por móveis, utensílios, moradias, casa de farinha, barracões, capela para Nossa Senhora da Conceição e trilhas para as seringueiras.
Igarapé São João – Afluente do Igarapé Tarumã Mirim, Zona Rural; locais de saída: Porto de Manaus, Pier do Tropical Hotel e Marina do David – www.culturamazonas.am.gov.br
Museu da Imagem e do Som do Amazonas – O espaço possui um acervo de mais de 240 mil peças em suportes como fotos, DVDs, fitas em VHS, CDs, vinis, películas, livros, jornais, partituras, pôsteres de cinema e cartazes institucionais oferece ao visitante acesso in loco a registros que documentam a história da região amazônica. Também fazem parte do acervo câmeras fotográficas, exibidas na exposição de longa duração Máquinas do Tempo.
Palacete Provincial – Praça Heliodoro Balbi, s/n, Centro – www.culturamazonas.am.gov.br
Pinacoteca do Amazonas – O centro cultural tem um acervo de mais de mil obras entre pinturas, esculturas, desenhos e gravuras, que oferece ao visitante um panorama da arte regional e brasileira dos séculos XIX e XX.
Palacete Provincial – Praça Heliodoro Balbi, s/n, Centro
Bosque de Ciências (INPA) – O espaço tem como objetivo apoiar e difundir pesquisas científicas e promover a educação ambiental do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Além disso, oferece à população lazer e entretenimento sócio científico. Oferece trilhas educativas, visitas aos Tanques e Viveiros de animais aquáticos, Casa da Ciência, Ilha de Tanimbuca, Casa de Madeira, Condomínio das Abelhas, Paiol da Cultura, Trilha Suspensa, Lago Amazônico, Viveiro dos Jacarés, Orquidário e Bromeliário.
Rua Otavio Cabral, s/n, Petrópolis – bosque.inpa.gov.br
Museu Amazônico – O museu apoia a pesquisa, o ensino e a extensão em áreas fundamentais para o conhecimento da Amazônia e de suas culturas. Conta com considerável acervo documental, etnográfico e arqueológico – sendo uma ótima fonte para pesquisas acadêmicas. Além disso, promove exposições temporárias e permanentes, com vistas à divulgação do próprio acervo e também de materiais cuja guarda pertença a outras instituições, além de exposições artísticas, que, de alguma maneira, dizem respeito ao acervo do Museu.
Rua Ramos Ferreira, 1036, Centro – www.museuamazonico.ufam.edu.br
Museu do Homem do Norte – O museu tem como missão preservar, estudar e difundir os bens e manifestações culturais do Homem situado na Região Norte do país. Seu acervo conta com 2 mil peças, constituído por produtos regionais, artefatos domésticos, de ritual, de mineração, pesca, alimentação, medicina popular, artesanato, arte popular e folclore, retratando o estilo de vida e costumes do homem amazônico, do caboclo ao indígena, e sua relação com a natureza, cultura e política.
Praça Francisco Pereira da Silva, s/n° – www.povosdamazonia.am.gov.br
Museu Teatro Amazonas – O espaço reúne, além do acervo histórico conservado desde a sua inauguração em 1896, peças que foram incorporadas à história do Teatro ao longo dos anos. No museu encontram-se vasos de porcelana chinesa, jarros ingleses, escarradeiras holandesas, plantas originais e programas do final do século XIX, que fazem parte de uma memória arquitetônica e cultural, bem ao estilo da Belle Époque.
Largo de São Sebastião, s/nº, Centro – www.culturamazonas.am.gov.br

Atrações em Fortaleza em Natal
Museu Câmara Cascudo/UFRN – Museu conserva o patrimônio histórico, natural e cultural do estado. Abriga um acervo dividido nas coleções de Etnologia, Arqueologia, Paleontologia, Malacologia, Geologia, Anatomia Comparada, Arte Popular, Arte Sacra, Arte Pesqueira e Ciclo da Cana e do Couro.
Avenida Hermes da Fonseca, 1.398, Tirol – www.mcc.ufrn.br
Memorial de Natal – O museu conta a história de Natal, fica instalado na Torre de Natal, monumento de 45m de altura. Possui projeto de Oscar Niemeyer e sua estrutura abrange cinco trilhas pavimentadas (6,5 km), quatro unidades de descanso, biblioteca, auditório, centro de educação ambiental, o memorial da cidade e um mirante.
Avenida Prefeito Omar O’grady, s/n, Candelária
Fortaleza dos Reis Magos – O Forte dos Reis Magos é o marco inicial da cidade de Natal, foi construída pelos colonizadores portugueses em 1598. O monumento ainda preserva os canhões – expostos na parte superior do prédio, capela com poço de água doce e alojamentos.
Avenida Café Filho, s/n, Praia do Forte
Palácio da Cultura – Pinacoteca do RN – O espaço tem como objetivos coletar, conservar, expor e divulgar as artes potiguares. Um dos grandes destaques da instituição é a escultura do Budha de Laos, criada no século XII, feita em chumbo e banhada em ouro, doação do colecionador suiço, Fritz Alain Gegauf – que residiu em Natal. Fica na Pinacoteca também o maior acervo de artes visuais do estado, no qual se encontram também exemplares de Alfredo Volpi, Tarsila do Amaral, Cícero Dias, Fayga Ostrower, Maria do Santíssimo, Newton Navarro, Abraham Palatnik, Moura Rabello, Hostílio Dantas.
Praça Sete de Setembro, s/n, Cidade Alta
Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão – O Museu exibe testemunhos da cultura e da tradição do estado potiguar objetivando desenvolver atividades artístico-pedagógicas com a comunidade estudantil e pessoas interessadas na conservação dos saberes e fazeres populares do povo do Rio Grande do Norte. Conta com acervo de mais de 2 mil peças de quase 400 artistas
Praça Augusto Severo, s/n, Ribeira
Parque das Dunas – Também conhecido como Bosque dos Namorados, é uma reserva de mata atlântica que fica na cidade de Natal. O Parque das Dunas tem como objetivos: preservar a flora e a fauna; proteger recursos genéticos; possibilitar estudos e pesquisas; preservar sítios históricos, arqueológicos e morfológicos; oferecer condições de lazer e turismo ecológico.
Avenida Alexandrino de Alencar, s/n – Bosque dos Namorados, Tirol www.parquedasdunas.rn.gov.br
Memorial Câmara Cascudo – O memorial conta com cerca de 10 mil volumes de diversos assuntos e suas correspondências com diversos intelectuais como Mário de Andrade, Monteiro Lobato, Carlos Drummond e Gilberto Freyre.
Praça André de Albuquerque, 30, Centro – www.cultura.rn.gov.br

 

 

Atrações em Fortaleza em Porto Alegre

PORTO_ALEGRE_11_RS

Museu Júlio de Castilhos


Museu Júlio de Castilhos – O primeiro museu gaúcho originalmente possuía um acervo de obras de arte; coleções de botânica e mineralogia; e peças históricas, já que objetivava preservar a história dos municípios rio-grandenses.
Rua Duque de Caxias, 1205 e 1231, Centro – www.museujuliodecastilhos.rs.gov.br
Casa de Cultura Mário Quintana – O espaço promove a música, o teatro, as artes visuais, a dança e a literatura. Compõem o complexo cultural, bibliotecas; uma discoteca; espaços de exposições, como o Espaço Quintanares que promove a arte rio-grandense; e a oficina Sapato Florido.
Rua dos Andradas, 736, Centro www.ccmq.com.br
Memorial do Rio Grande do Sul – O memorial tem como objetivo difundir e preservar a cultura gaúcha. Em sua coleção constam objetos, mapas, gravuras, fotos e depoimentos históricos. Conta ainda com espaços como a Sala de Vídeo cuja programação aborda temáticas sobre meio-ambiente, imigração, guerras e revoluções, cultura e tradição; e com eventos como o Vídeo Memória, que narra histórias dos porto-alegrenses.
Rua Sete de Setembro, 1020, Centro Histórico – www.memorial.rs.gov.br
Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Ado Malagoli) – O acervo do museu reúne 2,7 mil peças, há um panorama das artes no Brasil e no mundo, do século XIX à atualidade. Além das exposições, acontecem oficinas e espetáculos de música no museu.
Praça da Alfândega, s/n, Centro Histórico www.margs.rs.gov.br
Museus de Ciências e Tecnologia da PUC-RS – É um dos maiores museus interativos de ciências naturais na América Latina. O acervo de milhões de peças sobre biodiversidade, paleontologia e conservação – áreas de pesquisa da universidade – é apresentado em exposições como Energia: Aprender hoje para sustentar amanhã. A área de exposição pública tem mais de 12.000m² e disponibiliza aos visitantes mais de 700 equipamentos em exposições de temáticas cotidianas e pensadas para todas as idades. A exposição Ciência no Set propicia introdução a alfabetização audiovisual e incentiva a aproximação dos visitantes à Arqueologia do estado. Algumas réplicas de fósseis empregadas no filme foram feitas pela equipe do museu e compõem a mostra.
Avenida Ipiranga, 6.681 – Prédio 40, Partenon – www.pucrs.br/mct
Fundação Iberê Camargo – O espaço promover o estudo e a circulação da obra do artista e estimular a interação do público com a arte, a cultura e a educação, a partir de programas interdisciplinares. O acervo contém mais de 5.000 peças do pintor gaúcho apresentadas em exposições, nos outros espaços da instituição há mostras temporárias de arte contemporânea. Av. Padre Cacique, 2000 – www.iberecamargo.org.br
Fundação Vera Chaves Barcellos – É uma entidade cultural privada e sem fins lucrativos, que tem como missão a preservação, pesquisa e difusão da obra da artista Vera Chaves Barcellos, assim como o incentivo à criação artística e à investigação da arte contemporânea. O acervo da FVCB conta com, aproximadamente, 1.500 obras, abrangendo as duas coleções pertencentes à instituição: a coleção Vera Chaves Barcellos, dedicada, exclusivamente, à produção da artista, e a coleção Artistas Contemporâneos, destinada às obras de artistas consagrados e à produção artística emergente.
Av. Julio de Castilhos, 159 / 6° andar – www.fvcb.com
Atrações em Fortaleza em Recife

museu-do-homem-do-nordeste

Museu do Homem do Nordeste

Museu do Homem do Nordeste – O objetivo do museu é pesquisar, registrar, preservar e difundir o patrimônio cultural da região Nordeste, de modo que possa contribuir para a inclusão social e para o fortalecimento da identidade cultural do povo brasileiro.
Avenida Dezessete de Agosto, 2.187, Casa Forte

Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – O MAMAM é um centro de referência da produção moderna e contemporânea das Artes Visuais brasileira, tendo se dedicado à divulgação, registro e reflexão sobre a arte do presente e suas referências históricas
Rua da Aurora, 265, Boa Vista – www.mamam.art.br
Museu da Abolição – Tem como objetivo é preservar, pesquisar, divulgar, valorizar e difundir a memória, os valores históricos, artísticos e culturais, o patrimônio material e imaterial dos afrodescendentes, por meio de estímulo à reflexão e ao pensamento crítico, sobretudo quanto ao tema abolição.
Rua Benfica, 1.150, Madalena
Museu do Estado de Pernambuco (MEPE) – O Museu expõe, entre outras peças, a coleção de quadros do pintor pernambucano Telles Junior. Atualmente, ampliado e com um acervo de 12.000, está instalado em dois prédios: o Palacete do século XIX e o anexo, Espaço Cícero Dias. O MEPE visa registrar, preservar e expor a história do estado de Pernambuco.
Avenida Rui Barbosa, 960, Graças www.fundarpe.pe.gov.br
Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco (MAC-PE) – Tem como objetivo registrar, conservar e preservar a arte contemporânea, enfatizando a diversidade de culturas e expressões. Possui obras raras que cobrem desde o academicismo francês até a contemporaneidade, totalizando aproximadamente 3.000 obras.
Rua Treze de Maio, 157, Varadouro, Olinda – www.fundarpe.pe.gov.br/mac
Museu de Arte Sacra de Pernambuco (MASPE) – É um espaço destinado à exposição e estudo da arte sacra ou de inspiração religiosa graças, especialmente, a sugestões da população local. O acervo reúne objetos de culto como santos populares e de procissão, relicários, custódias e pinturas religiosas.
Rua Bispo Coutinho, nº 726, Alto da Sé, Carmo, Olinda – www.fundarpe.pe.gov.br/maspe
Museu Regional de Olinda (Mureo) – O prédio do museu é um solar colonial da segunda metade do século XVIII, situado numa das mais antigas ruas da cidade. O Mureo propicia ao observador a visão de uma casa pernambucana do século XVIII e sua exposição foi montada de acordo com as características espaciais da primitiva casa.
Rua do Amparo, 128, Amparo, Olinda – www.fundarpe.pe.gov.br/mureo
Museu Palácio Joaquim Nabuco – O espaço é destinado às reuniões plenárias. A Assembleia ainda preserva boa parte dos móveis confeccionados especialmente para o Palácio, nas décadas de 1870/1880, e outros que foram trazidos da sede inicial, no Forte do Matos, no Bairro do Recife. A presença de peças com desenhos que se pode atribuir a Guilherme Spieler, marceneiro alemão que trabalhava no Recife, leva a crer que o artista participou da encomenda original do mobiliário, no fim do século XIX.
Rua da Aurora, 631, Boa Vista www.alepe.pe.gov.br/museuvirtual
Museu de Arte Popular – O museu é composto por espaço educativo, biblioteca e exposições temporárias e abriga um dos mais significativos patrimônios da arte popular. O acervo, dos anos 1960 a 1980, conta com mais de 400 obras, em cerâmica, madeira e tecido, que fazem referência à produção artística dos mais destacados mestres da arte popular do Nordeste, com destaque para Mestre Vitalino, Zé Caboclo, José Antônio Vieira, Antônia Leão, Bigode, Ana das Carrancas, Zé do Carmo, Nuca, Louco, Nino e José Duarte, entre outros.
Rua Felipe Camarão, 49, Pátio de São Pedro, São José – www.recife.pe.gov.br/map

Centro Cultural Judaico de Pernambuco (Museu Sinagoga Kahal Zur Israel) – Pernambuco vivenciou uma contínua imigração de judeus na primeira metade do século XVII. Perseguidos pela Inquisição, os judeus portugueses de Amsterdã tinham, além da motivação religiosa, fortes laços econômicos com os negociantes holandeses. Com o estabelecimento da comunidade judia, inúmeros cristãos-novos e descendentes que já viviam no Recife retornaram ao judaísmo, formando algumas congregações. Entre elas, a Kahal Zur Israel, Primeira Sinagoga das Américas. O lugar onde estava situada a sinagoga foi recentemente identificado e sua estrutura localizada, embaixo de grandes casas, na Rua do Bom Jesus, antigamente conhecida como Rua dos Judeus, no Recife Antigo. Em 2001, o prédio original reconstituído foi aberto ao público, sendo hoje um dos mais importantes sítios turísticos da região.
Rua do Bom Jesus, 197/203, Bairro do Recife – www.kahalzurisrael.com
Casa-Museu Magdalena e Gilberto Freyre – O espaço abriga o conjunto de objetos colecionados, guardados e ordenados pela família Freyre. O ambiente da casa foi preservado da forma como foi concebido por Gilberto Freyre, onde se misturam imagens sacras católicas, peças de origem africana, azulejos portugueses, peças da arte popular brasileira, porcelanas orientais, prataria inglesa e portuguesa, além de uma pinacoteca e vasto acervo bibliográfico.
Rua Dois Irmãos, 320, Apipucos – www.fgf.org.br/casamuseu/casamuseu.html
Paço do Frevo – É um espaço dedicado à difusão, pesquisa, lazer e formação nas áreas da dança e música do frevo, ritmo pernambucano considerado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco desde 2012, visando propagar sua prática para as futuras gerações.
Paço do Frevo, Rua da Guia, 91, lateral Praça do Arsenal, Bairro do Recife – www.pacodofrevo.org.br

Instituto Ricardo Brennand – O Instituto destaca-se no cenário nacional como importante centro de cultura do nordeste brasileiro. O espaço está voltado para a preservação da arte e da cultura, com ênfase no período “Brasil – Holandês”, tem como objetivo levar oportunidades inéditas de contemplação da arte e de aprendizado a grandes parcelas da população, com ênfase em programas educacionais para crianças e jovens.
Alameda Antônio Brennand, s/n, Várzea – www.institutoricardobrennand.org.br
Oficina de Cerâmica Francisco Brennand – O espaço preserva, pesquisa, conserva, comunica e difundi a obra do de Francisco Brennand. Ela é mantida pela Família Brennand e pela empresa da família, a Oficina Cerâmica Francisco Brennand S/A, responsável pela fabricação de peças cerâmicas decorativas, ladrilhos e revestimentos cerâmicos.
Propriedade Santos Cosme e Damião, s/n – UR-7, Várzea – www.brennand.com.br
Atrações em Fortaleza no Rio de Janeiro

Foto Valter de Gáudio

Museu Casa de Benjamin Constant

Museu Casa de Benjamin Constant – O museu visa preservar o ambiente familiar e o contexto sociocultural em que viveu Benjamin Constant, uma das figuras de destaque da proclamação da República no Brasil, por meio da reconstituição de hábitos de vida típicos da transição do século XIX para o XX e da disseminação de seu arquivo documental.
Rua Monte Alegre, 255, Santa Teresa – museubenjaminconstant.blogspot.com.br
Museu da República – O museu possui vasto acervo da era republicana e visa contribuir para o desenvolvimento sociocultural do país, por meio de ações de preservação, pesquisa e comunicação do patrimônio cultural republicano, material e imaterial para a sociedade brasileira.
Rua do Catete, 153, Catete
Museu Nacional de Belas Artes – O museu tem por missão registrar, pesquisar, exibir e promover o seu acervo que é Patrimônio Cultural Brasileiro.
Avenida Rio Branco, 199, Centro – www.mnba.gov.br

Museu de Arte Religiosa e Tradicional – O espaço possui um conjunto de obras de Arte Sacra, peças de mobiliário e insígnias. Hoje, o museu pertence ao Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM.
Largo de Santo Antonio, s/n, Centro, Cabo Frio
Museus Raymundo Ottoni de Castro Maya – Museu do Açude – O museu possui uma coleção de azulejaria – painéis franceses, holandeses, espanhóis e, sobretudo, portugueses dos séculos XVII ao XIX, possui também exemplares raros de escultura chinesa, indiana e indochinesa. O museu procura articular cultura e natureza, trabalhando com a ideia de patrimônio integral, considerando igualmente tanto o seu acervo cultural quanto o natural.
Estrada do Açude, 764, Alto da Boa Vista – www.museuscastromaya.com.br
Museus Raymundo Ottoni de Castro Maya – Chácara do Céu – Nesse espaço é possível encontrar a coleção de arte europeia de artistas consagrados como Matisse, Modigliani, Degas, Seurat, Miró; a coleção de arte brasileira, com Guignard, Di Cavalcanti, Iberê Camargo, além de importante conjunto de obras de Portinari; a coleção de Brasiliana, uma das mais expressivas, inclui mapas dos séculos XVII e XVIII, pinturas a óleo, aquarelas, guaches, desenhos e gravuras de viajantes do século XIX, como Rugendas, Chamberlain e Taunay, destacando-se os mais de 500 originais de Jean-Baptiste Debret; e a Biblioteca Castro Maya, com cerca de oito mil títulos.
Rua Murtinho Nobre, 93, Santa Teresa – www.museuscastromaya.com.br
Museu Nacional – UFRJ – A instituição é dedicada à pesquisa e divulgação científicas. Possui um acervo de cerca de 20 milhões de itens e é considerado o maior Museu de História Natural da América Latina. O museu visa preservar e expor o patrimônio cultural representado por objetos e documentos que referenciem a história da monarquia brasileira, bem como a formação histórica do Estado do Rio de Janeiro e, especialmente, da cidade de Petrópolis.
Quinta da Boa Vista, s/n, São Cristóvão – www.museunacional.ufrj.br
Museu Casa da Hera – O museu é exemplo de habitação urbana de família rica durante o apogeu das plantações de café no vale do Paraíba do Sul. É a única residência desta região que mantém o mesmo mobiliário e tratamento original de seu interior desde o século XIX.
Rua Doutor Fernandes Júnior, 160, Centro, Vassouras – casadahera.wordpress.com
Museu Imperial – O acervo do museu é constituído por peças ligadas à monarquia brasileira, incluindo mobiliário, documentos, obras de arte e objetos pessoais de integrantes da família imperial. Na coleção de pinturas, destacam-se a Fala do Trono, de autoria de Pedro Américo, representando Dom Pedro II na abertura da Assembleia Geral, e o último retrato de Dom Pedro I, pintado por Simplício Rodrigues de Sá. A rica biblioteca do Museu Imperial preserva um importante acervo bibliográfico com cerca de 50 mil volumes, especializados em História (principalmente do Brasil no período Imperial), história de Petrópolis e Artes em geral.
Rua da Imperatriz, 220, Centro, Petrópolis – www.museuimperial.gov.br
Museu Casa do Pontal – É composto por cerca de 8.000 peças de 200 artistas brasileiros, abrangendo toda a produção da segunda metade do século XX.
Estrada do Pontal, 3.295, Recreio dos Bandeirantes – www.museucasadopontal.com.br
Museu Internacional de Arte Naïf do Brasil – O espaço realiza, em sua sede, de 6 a 8 exposições simultaneamente, sendo estas de caráter permanente, de longa duração, temporárias temáticas e de projetos, divulgando naïfs brasileiros. Além disso, o museu realiza exposições itinerantes pelo Brasil e exterior.
Rua Cosme Velho, 561, Cosme Velho
Museu Histórico Nacional – O museu possui galerias de exposições permanentes e temporárias, além da biblioteca especializada em História do Brasil, História da Arte, Museologia e Moda, do Arquivo Histórico com documentos manuscritos, aquarelas, ilustrações e fotografias, entre as quais exemplares de Juan Gutierrez, Augusto Malta e Marc Ferrez e do Centro de Referência Luso Brasileira, com ampla bibliografia e documentação sobre Brasil e Portugal. Praça Marechal Âncora, s/n, Centro, próximo à Praça 15 – www.museuhistoriconacional.com.br
Museu Villa-Lobos – O museu visa Coletar, registrar, catalogar, preservar, pesquisar e divulgar o que for referente à vida e obra de Heitor Villa-Lobos.
Rua Sorocaba, 200, Botafogo – 21 – 2227 1110; segunda a sexta, 9h-17h

Museu de Arte Moderna – o acervo do MAM-RJ possui uma das coleções de arte mais importantes do País. Um grande incêndio ocorrido em 1978, porém, acarretou uma grande perda ao acervo original, que foi novamente reconstituído ao longo dos anos. O prédio do museu foi projetado pelo arquiteto carioca Affonso Eduardo Reidy e é um marco da arquitetura moderna brasileira, composto por estruturas vazadas que permitem a integração com os jardins criados pelo paisagista Roberto Burle Marx, que se constituem em mais uma das atrações do lugar. A Cinemateca, inaugurada em 1955, é considerada referência da memória do cinema brasileiro e mundial.
Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo – www.mamrio.org.br

Museu de Arte do Rio (MAR) – Criado para ser um espaço dedicado à arte e à cultura visual, o MAR está distribuído em 15.000 m2 de área, oito grandes salas de exposição e a Escola do Olhar, espaço destinado à educação que desenvolve programas de formação continuada em artes e cultura visual com professores e educadores.
Praça Mauá, n°5, Centro – www.museudeartedorio.org.br
Casa Daros – É um espaço de arte, educação e comunicação. Nela são montadas exposições com peças da Coleção Daros Latinoamerica que conta com cerca de 1.200 obras de 117 artistas, uma das mais abrangentes coleções dedicadas à arte contemporânea latino-americana. Além das exposições, o local tem uma biblioteca especializada em arte latino-americana contemporânea, um espaço de documentação, um espaço de leitura e ainda oferece diversas atividades para o público direcionadas à arte e educação, além de oficinas e encontros com artistas.
Rua General Severiano, 159 – Botafogo – www.casadaros.net
Instituto Moreira Salles (IMS) – O espaço tem por finalidade exclusiva a promoção e o desenvolvimento de programas culturais, atuando principalmente nas áreas de fotografia, literatura, biblioteca, artes plásticas e música brasileira. Está abrigado na antiga residência da família Moreira Salles, hoje transformada em um centro cultural com mais de 10.000 m², sendo 3.000 m² construídos e o restante composto por jardins projetados por Burle Marx.
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Fundação Casa de Rui Barbosa – A Fundação tem como objetivo promover a preservação e a pesquisa da memória e da produção literária e humanística, congregando iniciativas de reflexão e debates acerca da cultura brasileira. Também cabe ao MCRB a preservação dos acervos museológico, arquitetônico, botânico e paisagístico referentes à memória do jurista, político, diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador Rui Barbosa, um dos intelectuais mais brilhantes do seu tempo.
Rua São Clemente, 134, Botafogo – www.casaruibarbosa.gov.br
Museu de Arte Contemporânea (MAC-Niterói) – O museu tem o compromisso de abrigar a importante Coleção João Sattamini, adquirida ao longo do século XX, com obras produzidas no Pós-Guerra. A Coleção não está constituída apenas pelas formas mais tradicionais de arte, como o óleo sobre tela, mas também por um elevado número de esculturas, entre outros.
Mirante da Boa Viagem, s/nº, Niterói – www.macniteroi.com.br
Atrações em Salvador

IMG_5762-LUCIANO

Museu de Arte Moderna da Bahia

Museu de Arte Moderna da Bahia – O museu conta com exposições de artistas visuais consagrados do Brasil e exterior em cinco salas expositivas do museu, inserindo definitivamente o MAM no circuito nacional de arte contemporânea. O museu conta ainda com uma galeria ao ar livre (o Parque das Esculturas) e uma sala de cinema. Sedia também eventos artísticos culturais de diferentes linguagens e possui um programa permanente de ações educativas.
Avenida Contorno, s/nº – Solar do Unhão, Contorno – www.mam.ba.gov.br
Fundação Museu Carlos Costa Pinto – A Fundação tem o compromisso de conservar, estudar, documentar e expor o acervo de artes decorativas, que pertenceu ao casal Carlos e Margarida Costa Pinto, reunido na primeira metade do século XX. O acervo é constituído de 3.173 objetos dos séculos XVII ao XX. A Biblioteca Margarida Costa Pinto, inaugurada em 1974, é especializada em arte, mais especificamente artes decorativas. Avenida Sete de Setembro, 2.490, Vitória

Solar Ferrão – É um espaço de arte, cultura e memória, instalado em um dos mais importantes monumentos da poligonal do Centro Histórico de Salvador.
Rua Gregório de Matos 45, Pelourinho

Memorial Irmã Dulce – O Memorial Irmã Dulce foi idealizado pelos familiares, amigos e admiradores da religiosa. O espaço apresenta fatos importantes da trajetória de Irmã Dulce, com ênfase na construção da sua obra social. Seu acervo é formado por fotos, cenários, objetos de uso pessoal, documentos, medalhas, comendas. Conta ainda com a reconstituição do seu quarto da Irmã, onde passou os últimos momentos de vida. Avenida Bonfim, 161, Largo de Roma – www.irmadulce.org.br

Fundação Casa de Jorge Amado – A FCJA abriga em seus quatro andares uma exposição permanente do acervo do escritor constituído de diversas edições de seus romances, fotografias, vídeos, cartazes e objetos que se relacionam com o autor e sua obra, além de arquivos de cartas, manuscritos e documentos diversos à disposição de pesquisadores e estudiosos.
Largo do Pelourinho, 51, Pelourinho – www.jorgeamado.org.br
Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica – O museu preserva, conserva, expõe e divulgar a azulejaria dos séculos XVII, XVIII e XIX. Resgatada de antigos imóveis, a coleção é a única do gênero da América Latina e, além de reproduções do ceramista alemão de Horst Udo Knoff, o acervo reúne azulejos portugueses, espanhóis, franceses, ingleses, holandeses e italianos, datados dos séculos XVI ao XX, e criações de representativos artistas locais como Jenner Augusto, Genaro de Carvalho, Sante Scaldaferri, Calasans Neto e Carybé.
Rua Frei Vicente nº 03, Centro Histórico – www.ipac.ba.gov.br
Museu da Misericórdia – O museu apresenta a trajetória da instituição, ao criar uma memória coletiva acerca da preservação do patrimônio cultural, valorizando a história de Salvador. Exibe obras que vão do século XVII até os dias atuais e dá continuidade ao projeto social de revitalização da região central em torno da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, instituição mantenedora do museu. O acervo é composto por um conjunto de pinturas, esculturas, carro, mobiliário, alfaias e imaginária. Apresenta também, espaços rituais como a Sala do Definitório (Salão Nobre) com seu forro de 15 painéis (óleo sobre madeira, séc. XVIII) inteiramente restaurado.
Rua da Misericórdia 6, Centro Histórico
Museu de Arte Sacra da Universidade Federal da Bahia – O museu é responsável por divulgar e expor a arte sacra cristã. Possui um acervo, inicialmente composto por peças litúrgicas e imagens de propriedade da Igreja.
Rua do Sodré, 276 – www.mas.ufba.br
Museu Henriqueta Catharino (Museu do Traje e do Têxtil) – O acervo do museu é constituído de vestidos de baile e festas, indumentárias e tecidos eclesiásticos, roupas de cama e mesa, enxovais de bebês e crianças, sapatos, chapéus, luvas, bolsas, estojos de manicura, pinças para modelar unhas, retratando o cotidiano e a estrutura social de várias décadas.
Rua Monsenhor Flaviano, 02, Politeama – www.institutofeminino.org.br
Memorial do Teatro Castro Alves – O memorial tem como objetivo preservar a memória do Teatro Castro Alves. O seu acervo é constituído de fotografias e fitas de vídeo que registram os espetáculos realizados nas dependências do Teatro, além de produções do Centro Técnico (figurinos, cenários e adereços), convites, programas, cartazes e troféus. Foi aberto ao público em 2003, com a inauguração da Galeria dos Diretores, por ocasião das comemorações do décimo ano de reinauguração do Teatro.
Praça Dois de Julho, s/n – www.tca.ba.gov.br
Ile Ohun Lailai – Museu do Ilê Axé Opô Afonjá – O museu preserva na comunidade afrodescendente, a religiosidade e a importância da história e da cultura Yorubá. Seus objetivos são preservar, proteger, incentivar e apoiar o patrimônio, a memória e os acervos religiosos, históricos, culturais e naturais da cultura afro-brasileira.
Rua Direita de São Gonçalo do Retiro, 557
Museu Comunitário Mãe Mirinha de Portão – O acervo do museu é composto por objetos em ferro, prata, madeira, palha, tecido, papel e outros materiais. Esses objetos pertenceram à Mãe Mirinha de Portão, aos projetos educativos e culturais da Associação São Jorge Filho da Goméia e alguns foram cedidos por outras instituições. O museu oferece cursos de informática, oficinas de dança, capoeira e percussão para crianças, jovens e adultos do bairro do Portão.
Rua Queira Deus, 78, Lauro de Freitas

 

Atrações em São Paulo

MAM-SP_04

http://www.blogdaale.com.br/wp-admin/post-new.php


Museu Lasar Segall – Além de guardar o acervo de mais de 3 mil obras originais do artista judeu lituano compostas por óleos, desenhos, aquarelas, gravuras e esculturas, o museu tem como missão estimular a vivência, a reflexão e a experimentação no campo das artes. Das várias fases do artista, foi na “Fase Brasileira” que pintou bananeiras, favelas e paisagens. A Associação dos Amigos do Museu costuma realizar o “Pratos de Arte”, evento onde pratos de cerâmica são leiloados.
Rua Berta, 111, Vila Mariana – www.mls.gov.br
Museu de Arte Moderna de SP – É uma das mais importantes instituições culturais do país, tendo criado a Bienal Internacional de São Paulo, um dos mais importantes eventos artísticos. Seu acervo de mais de 5 mil peças é composto majoritariamente por pinturas, desenhos, fotografias, vídeo, instalações e performances modernistas e contemporâneas. A exposição permanente Jardim das Esculturas é projeto de Roberto Burle Marx e exibe cerca de 30 obras tridimensionais criadas para exibição pública. Hélio Oiticica, Beatriz Milhazes e Wesley Duke Lee estão entre os nomes que compõem o acervo.
Avenida Pedro Álvares Cabral, Parque do Ibirapuera, s/n, Portão 3, Ibirapuera www.mam.org.br
Museu da Imigração – O Memorial preserva a história de italianos, japoneses e de outras quase 70 etnias que chegaram nos séculos XX e XXI e é formado pelo Museu da Imigração, o Centro de Pesquisa e Documentação, o Núcleo Histórico dos Transportes e o Núcleo de Estudos e Tradições. No acervo digital, estão mais de 25 mil imagens que recontam a história da imigração através de iconografias, cartografias e jornais.
Rua Visconde de Parnaíba, 1.316, Mooca www.museudaimigracao.org.br
Museu da Língua Portuguesa – O Museu abriga o maior número de falantes da língua lusitana no mundo. Objetiva mostrar o idioma português como elemento fundador da cultura brasileira, valorizar esse patrimônio imaterial e favorecer o intercâmbio entre seus falantes no mundo. No segundo andar do prédio estão os painéis que contam a história da Estação da Luz, assim como o Mapa dos Falares. Dos elevadores de acesso ao museu é possível visualizar a escultura de Rafic Farah, Árvore de Palavras. No terceiro andar está o Planetário da Língua, uma antologia de literatura, composta por projeções de imagens e áudios.
Praça da Luz, s/nº, Centro – www.museulinguaportuguesa.org.br
Museu da Casa Brasileira – O museu é especializado e referência em design e arquitetura no Brasil e no mundo. Da sua exposição permanente consta exemplares de mobília e objetos dos séculos XVI a XXI. O museu também é um conceituado centro de pesquisas, além de oferecer debates, palestras e espetáculos de música.

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2.705, Jardim Paulistano – www.mcb.org.br

Museu Afro Brasil – O museu conta com uma equipe interdisciplinar de consultores que assessoram no trabalho de recontar a história dos africanos e descendentes nascidos no Brasil. Assim, sua missão é preservar e divulgar a cultura afro-brasileira através da história, da memória e da arte. Pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e peças etnológicas formam um acervo de mais de 4 mil obras.
Rua Pedro Álvares Cabral, s/n, Pavilhão Manoel da Nóbrega, Parque do Ibirapuera, Portão 10, Ibirapuera – www.museuafrobrasil.org.br
Memorial da Resistência – O memorial preserva a memória da resistência e da repressão política no Brasil republicano. O acervo objetiva promover o exercício da cidadania, valores democráticos e os direitos humanos.
Largo General Osório, 66 – Estação Pinacoteca, Luz – www.memorialdaresistenciasp.org.br
Fundação Memorial da América Latina – O memorial possui um acervo permanente de cerca de 4 mil peças de arte popular do Brasil, México, Peru, Equador, Guatemala, Bolívia, Paraguai, Chile e Uruguai. De máscaras a estandartes, de instrumentos musicais a esculturas metálicas, passando por brinquedos, adereços religiosos e adornos, tudo o que tipifica e define a identidade latino-americana está preservado no Memorial.
Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – MASP – O MASP abriga o mais importante acervo artístico do hemisfério sul. É patrimônio da humanidade segundo a UNESCO e um bem tombado pelo IPHAN. No acervo estão mais de 8 mil peças de arte ocidental – do século IV a.C. até hoje. Entre os nomes que formam o acervo, constam escultores e pintores como Monet, Manet, Cézanne, Van Gogh, Goya, Rembrandt, Diego Rivera, Siqueiros, Torres Garcia, Cândido Portinari, Anita Malfatti, entre outros.
Avenida Paulista, 1.578, Cerqueira César – www.masp.art.br
Museu de Arte Sacra de São Paulo – O acervo é composto por retábulos, presépios, altares, oratórios, imagens sacras, livros raros, prataria, ouriversaria, mobiliário, telas, objetos e vestimentas litúrgicas. Peças de temas religiosos de artistas reconhecidos também estão no museu, dentre elas, esculturas dos freis beneditinos Agostinho da Piedade e Agostinho de Jesus e do barroco Antonio Francisco de Lisboa; e telas do italiano Anibale Carracci e da modernista Anita Malfatti. Os objetivos do museu são os de realizar o trabalho que se inicia na recolha das peças até sua exibição; capacitar os profissionais em especializações técnicas necessárias ao trabalho do museu; e promover e apoiar pesquisas e cursos sobre arte sacra e história da arte.
Avenida Tiradentes, 676, Luz – www.museuartesacra.org.br
Museu do Futebol – O museu tem como objetivos preservar, investigar, divulgar e comunicar a memória do futebol. Mas também, é sua missão compreender como usos e costumes são inseparáveis na história do esporte mais popular no país. A principal característica do museu é a imaterialidade. Portanto, suas exposições baseiam-se em depoimentos, acontecimentos e representações futebolísticas, que entrelaçam emoção, história e diversão em exposições voltadas para o entretenimento.
Praça Charles Miller, s/n, Estádio Paulo Machado de Carvalho, Pacaembu – www.museudofutebol.org.br
Museu de Arte Brasileira da FAAP – O acervo atual conta com cerca de 2,6 mil obras de artistas como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Victor Brecheret, Cândido Portinari, Cícero Dias, Alfredo Volpi, Almicar de Castro, Sandra Cinto, Tomie Ohtake e Lygia Clark. Guarda também registros da vida interiorana do estado e concentra a maior coleção de obras de Flávio de Carvalho, o polêmico arquiteto e pintor de meados do século XX que, dentre outras obras, criou o que seria o traje que melhor se adaptaria ao brasileiro.
Rua Alagoas, 903, Higienópolis – www.faap.br/museu
Museu Palácio dos Bandeirantes – O espaço é sede do governo paulista e residência dos governadores da cidade. Atualmente, mantém sob sua guarda uma expressiva coleção de obras composta por pinturas, esculturas, arte sacra e artes decorativas. Entre os artistas representados encontram-se Candido Portinari, Djanira Motta e Silva, Tomie Ohtake, Alfredo Volpi, Almeida Júnior, Pedro Américo, Oscar Pereira da Silva, Benedito Calixto, entre outros. Avenida Morumbi, 4500 – www.acervo.sp.gov.br
Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso – O espaço é composto pela Galeria de Arte do Sesi-SP, o Teatro do Sesi – São Paulo e o Espaço Mezanino, oferecendo uma intensa e diversificada programação cultural, que inclui espetáculos teatrais, de dança, shows, exibições de filmes, exposições artísticas e de caráter multimídia. Av. Paulista, 1313- Cerqueira César – www.fiesp.com.br/centro-cultural-fiesp-ruth-cardoso

Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP) – O acervo é composto, entre outras, por obras de Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Alexander Calder, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Lygia Clark. Entre os principais objetivos do MAC USP está a busca do conhecimento e sua disseminação pela sociedade, assumindo seu papel como polo formador de novos profissionais.
Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301, Ibirapuera – www.mac.usp.br
Centro Cultural São Paulo (CCSP) – O espaço reúne a Pinacoteca Municipal, a discoteca Oneyda Alvarenga, a coleção da Missão de Pesquisas Folclóricas de Mário de Andrade, um conjunto de bibliotecas, espaços expositivos, cursos diversos, teatros e cinema. É considerado um dos principais espaços culturais de São Paulo e seu projeto arquitetônico um dos mais significativos até hoje executados em São Paulo.
Rua Vergueiro, 1000, Paraíso www.centrocultural.sp.gov.br
Museu Catavento – A missão do Catavento é implantar, no centro da cidade, um espaço lúdico, social e cultural, rico em objetos e ambientes de aprendizagem interativos e informais, que contribuam para o desenvolvimento da infância e da juventude, despertando a curiosidade e o interesse pela ciência.
Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/n, Parque Dom Pedro – www.cataventocultural.org.br
Instituto Tomie Ohtake – O espaço tem como objetivo apresentar as mais recentes tendências estéticas, nacionais e internacionais, assim como a trajetória da artista plástica Tomie Ohtake, considerada a “dama das artes plásticas brasileiras”, que dá nome ao espaço. Av. Faria Lima, 201, Pinheiros – www.institutotomieohtake.org.br
Casa Guilherme de Almeida – O acervo é constituído por uma significativa coleção de obras de arte em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, biblioteca, hemeroteca e arquivo fotográfico. O museu oferece uma intensa programação cultural, entre cursos, oficinas, palestras, mesas-redondas e recitais, e dada a importância do poeta como tradutor, associa ainda, às suas atividades museológicas e educativas, a função de um Centro de Estudos de Tradução Literária.
Rua Macapá, 187, Perdizes – www.casaguilhermedealmeida.org.br
Espaço Perfume Arte + História – O espaço tem como objetivo registrar cinco mil anos de trajetória da perfumaria nacional e internacional. O acervo de mais de 500 peças e aplicativos multimídia, oferece ao público informações e curiosidades sobre a transformação das fragrâncias, a produção de perfumes e a relação entre moda e perfumaria. O espaço possui ainda uma área para exposições temporárias, aberta a artistas e marcas que tem a perfumaria e a moda como fonte de inspiração e também serve de ferramenta de apoio para estudos e pesquisas relacionados à temática.
Rua Dr. Emílio Ribas, 110, Perdizes – www.espacoperfume.com.br

Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) – O espaço oferece uma ampla programação, com especial atenção à produção escultórica brasileira, além de diversas opções de educação e cultura, entre cursos, seminários, palestras, recitais, feira de antiguidades, gastronomia, peças teatrais, filmes e vídeos.
Av. Europa, 218 – 11 – 2594 2601; terça a domingo, 10h-19h; www.mube.art.br

 

Aproveite para abastecer nos postos ALE das cidades-sede da Copa do Mundo. Você pode encontrar postos ALE em todo o Brasil. Clique aqui para localizar.

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: