O que fazer quando o para-brisa quebrar?

carro_parabrisa

Nas estradas é muito comum ter o para-brisa do carro atingido por pedras ou outros objetos arremessados pelos pneus de caminhões. Além do susto de ser atingido, tem o prejuízo. Andar com o para-brisa trincado é multa na certa! Para evitar um estrago ainda maior no bolso e não comprometer a sua segurança é bom fazer o reparo o quanto antes.

Muitas vezes, evitar essa dor de cabeça pode ser mais simples do que se imagina. Em alguns casos, o preenchimento com resina é suficiente para reparar a trinca. O procedimento é simples e rápido e fica mais em conta que uma troca completa. Porém, se a trinca tiver mais de 10 centímetros de diâmetro, é preciso trocar o para-brisa inteiro. Apesar de ser um reparo mais caro, ele é também um procedimento rápido.

Caso precise fazer o reparo ou a troca, vale apena consultar o seguro do seu carro. A maioria inclui esse serviço mediante o pagamento de franquia, que varia de acordo com o modelo do veículo.

Quanto antes melhor

Muitas vezes o motorista não se importa com uma pequena trinca e acaba adiando o reparo. Mas quando o conserto não é realizado a tempo, essa trinca vai se alastrando pelo para-brisa e a troca de todo o vidro frontal é inevitável.  Por isso, assim que perceber que seu vidro foi atingido, providencie o reparo o quanto antes.

Dica para evitar o surgimento de trincas no para-brisa:

  • Evite andar muito próximo a caminhões nas estradas. Assim, você reduz as chances do seu veículo ser atingido por pequenas pedras.
  • Se o seu para-brisa já está danificado, evite ligar o ar-condicionado com o vento gelado direcionado para o vidro, principalmente após longo período exposto ao sol. O choque térmico pode aumentar a trinca.

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: