Os pneus também precisam de cuidado

Os pneus do carro tem uma importância crucial para a segurança do veículo no trânsito, por isso merecem a atenção do condutor. Se calibrados adequadamente e com as superfícies em bom estado, eles garantem a estabilidade da direção, evitando imprevistos e acidentes. O descuido com a calibragem também pode ter consequências na durabilidade dos pneus, fazendo com que você precise trocá-los com uma frequência maior.

Para identificar a calibragem correta para o seu veículo, basta conferir o manual do carro ou os flancos. Calibre sempre com o valor indicado, e com frequência, para evitar que ele murche. Se estiver vazio, a área de contato com o solo aumenta, causando o desgaste nos ombros do pneu (partes entre a banda de rodagem e os flancos) e perda da estabilidade nas curvas. A direção também fica mais pesada, uma vez que ele apresenta maior resistência de rolamento e exige mais do motor, passando a consumir mais combustível.

Já se a calibragem estiver acima do indicado, a área de contato com o solo diminui e o condutor também sofrerá a perda da estabilidade em curvas. Além disso, o desgaste das superfícies será irregular, se concentrando mais no centro de rodagem e diminuindo a sua vida útil. Os sulcos que são desenhados na superfície servem para monitorar esse desgaste, e nas laterais do próprio pneu é indicado qual o nível limite de profundidade para efetuar a troca. Abaixo da medida recomendada, o pneu é considerado “careca”.

Ainda sobre cuidado com a superfície do pneu, fique atento também aos produtos que você usa na limpeza: os famosos “pretinhos” podem deixar o pneu brilhante após uma lavagem, mas podem custar caro para o seu bolso. Isso porque alguns produtos químicos podem reagir com a borracha, ressecando-a e aumentando o desgaste. Os fabricantes recomendam limpeza apenas com água e sabão neutro, que não são abrasivos.

Por fim, faça sempre a revisão do seu veículo, pois o mau funcionamento de amortecedores, molas, freios, rolamentos e eixos tem impacto direto sobre o comportamento dos pneus. Assim você diminui qualquer risco de imprevistos e ainda economiza com manutenção.

O mapa do pneu
A banda de rodagem é a parte larga que fica em contato direto com o chão, onde estão os sulcos. Estes, têm a função de garantir a aderência do pneu ao solo, por isso é preciso realizar a troca do pneu “careca“, quando eles começam a sumir. Na quina, entre a lateral do pneu e a banda de rodagem estão os ombros, que trabalham para a estabilidade durante as curvas, contribuindo também para a estabilidade. Eles possuem ainda as ranhuras, que ajudam a diminuir a temperatura do material que constitui o pneu.

Por fim, um dos mais importantes, os flancos são a área lateral externa do pneu. Eles trazem informações como calibragem correta, tamanho e índice de velocidade do pneu.

foto_pneu

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: