Separados no nascimento

Esse causo foi em 1999 quando éramos na época duas empresas. A SAT, que operava no RN,CE e BA e a TECSAT que operava na PB e PE. A TECSAT foi uma sociedade entre a SAT e o TECAB, grupo da Paraíba formado pelas Destilarias Giasa, Tabu e JB, a trader ALCOTRA e a Portus, empresa de meu grande amigo Eliezer Menezes. Essa sociedade foi desfeita em 2001 de forma amigável dando origem a distribuidora ELLO.

Neste ano a SAT apareceu pela primeira vez na mídia através de uma reportagem na revista EXAME, escrita pelo talentoso repórter potiguar Jomar Morais, a matéria vale a pena ser lida e pode ser acessada no link a seguir : http://www.planetajota.jor.br/sat.htm . A repercussão foi muito positiva em todo o país ajudando bastante nossos planos de crescimento.

Era um período de expansão, de fincar bandeiras pelo interior dos estados da Região Nordeste. Logo após a publicação da matéria tivemos um encontro de revendedores na cidade de Cuité no interior da PB, praticamente na divisa do RN. O evento na verdade era uma grande festa, muita música, comida e bebida, era uma oportunidade para nos confraternizarmos com os revendedores atuais e convencermos aqueles que ainda não eram bandeira SAT a juntarem-se a nós. Além de clientes compareciam políticos e empresarios da região de todos os segmentos. Nossos Consultores de Negócios que cobriam a região, Saulo e Alexandre, profissionais experientes e muito competentes que trabalham conosco até hoje, chegaram mais cedo ao evento para recepcionar os convidados.

Alexandre, grande figura de nossa empresa, estava sentado numa mesa de canto, sozinho tomando uma cerveja, observando o movimento, quando uma Senhora sentou ao seu lado e puxou conversa :

– Está quente hoje, disse ela.

– É … meio abafado, parece até que vai chover … respondeu Alexandre.

– Primeira vez em Cuité ? perguntou a Senhora.

– Não, não, já estive aqui antes várias vezes … respondeu Alexandre.

– Que coisa ! não diria nunca que uma pessoa tão famosa quanto o Senhor gostasse tanto de passear no interior, de andar por esse sertão que não tem as coisas boas da capital.

Já desconfiado e meio sem jeito Alexandre respondeu :

– Que é isso ! adoro o interior !

foi quando a Senhora emendou :

– Eu imagino o quanto é difícil ser famoso …

– Famoso ? acho que a Senhora está me confundindo com alguem ! disse Alexandre.

– Claro ! claro ! sei o que é isso ! fique tranquilo não falarei a ninguém, é óbvio que o Senhor quer passar despercebido. Susurrou a Senhora bem próximo ao ouvido de Alexandre.

– Despercebido ?!? como assim ? disse Alexandre assustado.

Então, mais baixinho ainda a Senhora esclareceu :

– Olha Seu Marcelo, sou franqueada do Boticário na cidade e sou a única que recebe a Exame por aqui, logo, provavelmente, ninguém mais na festa leu a matéria e nem viu sua foto, fique tranquilo que no que depender de mim seu anonimato será mantido !!

Por mais que Alexandre tentasse negar a Senhora não acreditava em sua versão, só após o verdadeiro Marcelo chegar ao local é que a empresária acreditou em nosso amigo Alexandre. Essa história rendeu boas risadas, até hoje Alexandre é conhecido como o dublê de Marcelo !!

Quem quiser ler outras matérias escritas por Jomar Morais, sobre a SAT, para a EXAME, é só acessar os links abaixo :

http://www.planetajota.jor.br/mmsat.htm

http://www.planetajota.jor.br/sat2003.htm

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

One Response to “Separados no nascimento”

  1. Eduardo Assumpção disse:

    Essa matéria da EXAME (O fincador de bandeiras) foi meu primeiro contato com a SAT. Quando convidado por um head hunter para ir para a SAT, (sem dizer qual era a empresa) pelas informações dadas, consultei o DEDOC (departamento de documentação da Abril) e lá vi a figura que depois tanto me inspiraria e me inspira para continuar com força e garra crescendo neste maravilhoso projeto.

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: