WEB 2.0

A revista Época Negócios dessa semana trás uma matéria muito interessante sobre o poder do consumidor na era digital. Nunca as empresas estiveram tão expostas e tão despreparadas para lidarem com as diversas aplicações que surgem todos os dias na internet com poder de da noite para o dia transformarem um produto num sucesso ou destruirem a imagem de uma empresa. A empresa que fizer qualquer bobagem ou tentar enganar o consumidor pode se ver no dia seguinte como tema de discussão nas diversas comunidades virtuais, no Orkut ou no MySpace, ou como assunto de um ou mais artigos nos diversos blogs espalhados pela internet. Um dos dados me impressionou bastante : dos 55 milhões de usuários do Orkut no mundo 54 % são brasileiros, 3 vezes mais que nos EUA !

Essas são as principais aplicações da WEB 2.o :


BLOGS
página pessoal que permite ao autor escrever sobre um ou mais assuntos e dialogar com leitores por meio de comentários

WIKIS sites como Wikipedia que permitem aos visitantes colaborar entre si, adicionando, criando e removendo informações, normalmente sem necessidade de cadastramento

SITES DE RELACIONAMENTO redes em que os participantes criam perfis, trocam mensagens e participam de comunidades. O maior é o MySpace, com 126 milhões de usuários

SITES DE COMPARTILHAMENTO DE IMAGEM O mais célebre deles é o YouTube, onde são visualizados 100 milhões de vídeos diariamente

MUNDOS VIRTUAIS Ambientes digitais nos quais os participantes podem interagir por meio de avatares, como são chamadas as representações virtuais dos usuários. O Second Life é o mais popular

PODCASTING E VIDCASTING Trata-se dos programas virtuais de rádio ou de televisão que são acessados pelos usuários

No passado bastava às empresas colocarem no ar um site elegante com informações atualizadas – a web 1.0 -, hoje isso tornou-se insuficiente. É preciso saber lidar com esses novos ambientes, entender o perfil dos usuários, ser ágil e estar bem posicionado em relação a tudo que acontece no mundo virtual. Algumas empresas já colhem frutos de uma estratégia de comunicação alinhada com essa nova realidade, empresas como HP,Pepsi, American Express, Procter & Gamble e, claro, o Google, utilizam em larga escala sites como YouTube, MySpace e blogs para divulgarem seus produtos e interagirem com os consumidores.

Uma coisa legal da matéria são algumas dicas para quem, como eu, quer se aventurar a escrever um blog, prometo que vou tentar seguir as dicas :

GUIA DO EXECUTIVO BLOGUEIRO
Blogs corporativos estão na moda, mas requerem alguns cuidados. Época NEGÓCIOS ouviu três executivos blogueiros sobre suas experiências. Leia a seguir dez conselhos dados por eles:
MOTIVAÇÃO Blog não é uma ferramenta de relações públicas ou de marketing. Escreva apenas se você realmente quiser criar um canal de comunicação direto com funcionários, clientes, parceiros, investidores e o público em geralESCREVA SEMPRE Blogs pedem um compromisso substancial de tempo. Atualize-o, no mínimo, uma vez por semana. O ideal é fazê-lo diariamente . Se o leitor não encontrar conteúdo novo com uma certa freqüência, o seu blog não entrará na lista de favoritos deleVOCÊ, ESCRITOR O autor não é apenas um executivo. Pode ser um pai de família, um fã de viagens exóticas ou até um baladeiro inveterado. Relatar suas experiências pessoais enriquece um blog e o diferencia dos outros 75 milhões que existem por aíOBSERVE LIMITES No blog, você está lidando com algo muito precioso – a reputação da companhia. Logo, mesmo ao escrever sobre assuntos pessoais, crie um limite. Também tenha cuidado para separar opinião e informação

PLANEJAMENTO para não ficar sem assunto, liste temas sobre os quais gostaria de escrever. Jornais, sua equipe, os leitores e até mesmo sua família podem ser ótimas fontes de inspiração. Vale até deixar alguns textos preparados para as semanas mais corridas

COMUNIDADE a rotina é intensa e o dia é curto, mas reserve um tempo para ler todos os e-mails e comentários. Responda os mais importantes

ABRA SUA MENTE um dos aspectos mais interessantes de um blog é a participação intensa dos leitores por meio de suas mensagens. Críticas nunca devem ser reprimidas. Use-as para enriquecer sua perspectiva da empresa, do mercado e para ter idéias inovadoras. Incentive seus leitores a debaterem entre si

VIDA PRÓPRIA um blog tende a se desenvolver sozinho. Nem toda a propaganda do mundo fará um blog ser mais lido se o conteúdo não for interessante. Tudo depende basicamente de seu talento e capacidade para atrair leitores. Cuidado redobrado com textos longos. A maioria não terá paciência de lê-los. E não basta escrever: inclua imagens sempre que possível

SUCESSO a audiência não é a única maneira de saber se o seu blog é popular na rede. Outro bom indicador disso é quantos leitores gostaram do seu post a ponto de indicá-lo para amigos ou darem seu link como referência no próprio blog. isso cria uma comunidade própria que ajudará o site a ganhar fama

CREDIBILIDADE um leitor percebe quando você está fazendo propaganda ou controle de danos em uma crise. Seja honesto e transparente, senão não terá leitores por muito tempo. Já dissemos que um blog não é uma ferramenta de marketing ou relações públicas?

RECEBA NOVIDADES DO BLOG DA ALE

One Response to “WEB 2.0”

  1. muito bom,
    só ressaltando, se você olhar bem, vai perceber que todas as opções, são apenas formas de relacionamento e de participação, canais de voz de duas vias.
    A internet veio apenas viabilizar esse tipo de comunicação.

Leave a Reply

Nome:

E-mail:

Website: